video atricon

Um grupo de trabalho integrado por representantes de assessorias de comunicação de Tribunais de Contas de todas as regiões do país terá a missão, a partir de agora, de coordenar os esforços torno de uma ação, capitaneada pela Atricon em parceria com o IRB, a Abracom, o CNPTC e a Audicon, visando reforçar a capacidade de produção e compartilhamento de mídias e matérias sobre a atuação das Cortes de Contas brasileiras. A ideia é estreitar relação com sociedade, favorecendo a um melhor entendimento acerca do papel dessas instituições para o aperfeiçoamento da gestão pública e combate à corrupção.

O grupo foi formado nesta quinta-feira (28) durante reunião em formato de videoconferência que reuniu representantes das assessorias de comunicação do Sistema Tribunais de Contas do Brasil. A reunião se estendeu por mais de três horas e, em determinados momentos chegou a contar setenta participantes, entre jornalistas, conselheiros e profissionais de marketing.

A Assessoria de Comunicação do TCE maranhense foi uma das cerca de 60 assessorias de comunicação de Tribunais de Contas participantes do evento, que foi coordenado pelo presidente da Atricon, conselheiro Fábio Nogueira. A reunião também contou com a participação de técnicos do IRB, além de representante da assessoria técnica do ministro Bemquerer, do Tribunal de Contas da União (TCU).

Coube ao conselheiro apresentar aos participantes, o jornalista Marco Antônio Sabino que, a partir de agora, vai coordenar um plano de integração da comunicação do Sistema Tribunais de Contas. O primeiro passo foi a criação do comitê, formado por cinco representantes das assessorias, em sistema de rodízio, a quem caberá, entre outras tarefas, a elaboração e produção de conteúdo com abrangência nacional.

Um dos pontos de unanimidade entre os participantes foi em relação à necessidade de se trabalhar em pautas unificadas, que ampliam a possibilidade de repercussão em todo o país. As redes sociais, como um importante e abrangente canal de contato com a população, também deverão favorecer o propósito da ação.

Para ilustrar a importância de uma pauta unificada, o presidente Fábio Nogueira citou números de 2019, quando o Sistema Tribunais de Contas imputou R$ 16 bilhões em multas e julgou 350 mil processos. “São dados que não deixam dúvida sobre a relevância do trabalho do Sistema de Contas em defesa da boa governança pública”, disse Nogueira.

O próximo passo será a realização de uma reunião de trabalho, também por vídeo, com a Rede de Comunicação para detalhar o plano apresentado pelo jornalista Marco Antônio Sabino.

(*) Com informações da assessoria de Comunicação da Atricon - colaboração de Rafael Martini (TCE-SC)

Buscar em Notícias

Diário Oficial Eletrônico

Julho 2020
D S
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1

SESSÃO PLENÁRIO

foto plenario

Acompanhe ao vivo. Terças, quartas e quintas às 10h.